Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Heart of Coconut

REVIEW # LIERAC Desmaquilhante

Não tenho feito reviews, porque sinceramente sou uma esquecida, tal como este blog está a cair em algo do género. No entanto, também não gosto de ser uma fake blogger, que faz reviews na primeira utilização, sem saber realmente como a pele reage após algum tempo de utilização.

Sou sincera, quando digo que o meu ritual de limpeza de pele poderia ser mais adequado, no entanto estou acompanhada de bons produtos - este é um deles - LIERAC desmaquilhante, água micelar.

 

Após usar, alguns desmaquilhantes, sinto que nenhum funcionou tão bem quanto este, que após passagens suaves pela pele retira logo uma grande parte da maquilhagem e sujidade, ao contrário de outros onde tinha de fazer uma pressão e fricção absurda.
Outro pormenor é que alguns desmaquilhantes ardem bastante ao passar em redor dos olhos, o que pode ser um problema, pois ficamos com eles irritados normalmente durante algum tempo, com necessidade de passar por água abudantemente - este não, tem toda uma quimica pouco intensa que não parece prejudicar a visão e não arde.
Por fim, não é perfumado, o que só por si já é um pormenor que me agrada muito, pois sendo um produto de limpeza de pele não faz sentido trazer mais quimica, até porque é normal que após o desmaquilhante apliquemos outros produtos e é importante que este atue como inibidor de substancias na pele.

FASHION # new bikini

Já venho tarde para revelar as compras de verão deste ano, mas fica postado, quem sabe no meio deste frio nordico, ainda vem aí um belo dia de calor para aproveitar (o que não acredito, pois nem com tanto calor consegui aproveitar).

Comprei em saldos na Women Secret, é estampado e tem influencias africanas, um toque de cor aos meus looks de verão que raramente passam do preto e do branco! Custava 26,99  mas comprei-o (só parte de cima) a 7,99 euros, e se tiveres sorte ainda deve haver nas lojas!

 

 

 

 

 

 

 

Series # True Detective

Tenho menos de uma semana para ver a primeira temporada de True Detective, antes que começem as aulas! Eu já tinha começado, mas foi uma tentativa frustrada visto que não andava no mood para séries - foi um bom esforço.

Desta vez, tenho prestado atenção aos detalhes, sejam eles na história ou na concretização cinematográfica. É certo que as séries têm um grande problema que se prende com os timings de lançamento de episódios, o que faz com que não importe muito se o raccord existe ou não, principalmente em exterior e com variações de luz. Isto choca-me bastante nesta série, por acontecer constantemente. No entanto, tiro o chapéu aos actores, que têm papeis densos e com um desfasamento temporal dificil de interligar, quase como que se fossem dois em um numa série tão curta. 
A narrativa é uma espécie de história paralela entre o presente e o passado, através da narração dos acontecimentos passados, no presente pelos dois detetives, o que intensifica gradualmente a história através dos saltos temporais.

 

Ontem revi o terceiro episódio e é este o lema a retirar - homens! 

td.jpg

 

Music 45 # Parte de Mim

Orelha Negra é já há algum tempo uma das bandas que se mantem na lista do meu TOP Nacional sem tremer. A mistura dos instrumentos com os samples que (muitas vezes) já conhecemos de outras paragens, são uma revelação músical que funciona de olhos fechados. De olhos fechados também, assisti eu a um concerto [fotos] no HardClub em Janeiro, e foi sem dúvida algum o melhor concerto naquele espaço. Desafio-vos a descobrir entre o mais recente álbum e Lord (2009).

 

 

Movie 55 # Colonia

Infelizmente tenho tido pouco tempo para ver filmes, ainda assim no outro dia, decidi dar uma pausa ao trabalho e ao stress do "eu tenho tanto para fazer" e desocupar a cabeça por alguns minutos.

Colonia (2015) é realizado por Florian Gallenberger e tem como principal personagem "Lena" protagonizada por Emma Watson, que tem sido largamente criticada pela sua má prestação neste filme. Foi assim que cheguei a ele, pelas críticas fortes e muitas vezes, não justificadas. 

Esta é a história de uma censura, que leva à captura de vários elementos contra-regime, dos quais Daniel, a paixão de Lena. A Colonia "Dignidad" foi estabelecida em 1961 por colonos alemães liderados por Schäfer. É verdadeiramente conhecida pelo local palco de abusos sexuais, trabalho escravo e tortura de opositores da ditadura militar. Aqui cruzam-se os dados com factos reais, parte da história é uma representação ficticia do que se terá passado neste lugar, com a história paralela entre Lena e Daniel, [SPOIL] que se irão encontrar mais tarde neste lugar, visto que Lena o quer tirar dali. 

 

É uma história intensa e dramática, onde as personagens secundárias demonstram a força do lugar, da ditadura, e do culto frio, severo e inexplicável que exalta raiva e ódio a qualquer tipo de religião. Quanto a Emma Watson não entendo o drama e a crítica. Se a personagem "não tem destaque" é que porque sinceramente tudo funcionou no enredo. Não é suposto que esta personagem se sobreponha à narrativa, quando esta é uma história conjunta e real e não uma batalha de super heróis pelo protagonismo! 
Aconselho a ver o filme, pela sua sobriedade, pelo não exagero no sensacionalismo, e por contar uma história em que é possível de se acreditar! 

 

 

Facebook

Instagram




Parcerias

Comentários recentes

  • Sara

    Eu adoro a Emma, coitadinha!

  • Sara

    Já tinha tantas saudades tuas!!!

  • Chic'Ana

    Não vi este filme, mas pelo trailer deve ser muito...

  • Sara

    Oh meu que querida!!! Obrigada, espero bem que sim...

  • maryjane

    Inês, não consigo aceder ao teu blog :(

Contacto




Partilhem comigo e deixem-me partilhar sonhos. Responderei a todos os emails e pedidos de parcerias.